A Serra do Rio do Rastro, até Urubici.

Se existe uma coisa melhor de que viajar, essa coisa tem que ser, viajar numa ótima companhia, ou talvez só, se não tiver ninguém com quem ir, mas simplesmente vá, perto ou longe, o lugar não importa muito, se você souber explorar, um jardim vira uma floresta Amazônia. Tudo que quero é poder compartilhar tudo o que faço em minhas pequenas viagens, para todos saberem que elas não são perfeitas, tem seus erros e acertos é bem verdade que, são mais acertos, sempre pesquisei muito para darem certas, mas às vezes caímos numas indiadas, como dizem por aí. E meu propósito é dividir tudo o que fiz até agora e ainda farei, com dicas de restaurantes, lugares para pousar, e muita adrenalina, mas também lugares que são de muita paz e tranquilidade. Gosto de viagens por demais e gostaria que todos os meus amigos me ajudassem divulgando minha página, quanto mais crescer mais empenho vou ter em ajudar a todos. Pois todos os passeios são fáceis, e vou mostrar aqui, que todos podem curtir uma vida simplesmente maravilhosa e sem muito esforço, uma dica, vá devagar, pois tudo que aproveitamos são os momentos, e tudo fica lá, só a nossa espera, agradeço a algumas pessoas desde já por terem me incentivado a fazer isso, e vou começar com a última viagem e então vou descendo até aonde surgiu meus primeiros passos, então bem vindos ao meu blog.

A Serra do Rio do Rastro, até Urubici.

Subindo ou descendo a Serra do Rio do Rastro, é simplesmente linda, Lauro Muller, Bom Jardim da Serra e Urubici, nós escolhemos subir, pois de Charqueadas fomos a Porto Alegre e pegamos a freeway  em direção ao litoral, depois pegamos a 101, então entramos na entrada onde tem uma placa direcionada para o Morro da fumaça, e vá até a entrada de Urussanga e dobra para Nova Orleans, seguindo até Lauro Muller no pé da Serra. Aproximadamente até aí uns 380 km de viagem, com 6 h de viagem, com paradas para fotos e uma boquinha.

Sabe quando começa a subir, nossa dá um medo, mas a adrenalina mais linda que já passei.

DSC07959Começando a subida.

DSC07984

DSC07995Uma pequena Cascata no caminho.

DSC08001Aqui é o ponto principal da Serra do Rio do Rastro, que azar tudo fechado, o Restaurante e a neblina.

Mas quando chegamos ao local a serração era tanta que não podemos ver nada e nem tirar foto naquele dia, pessoal o tempo lá é muito complicado para abrir, pode ser inverno ou verão, então desejo sorte e muita paciência viu. Continuamos subindo e chegamos a Bom Jardim da Serra, um lugar divino com uma churrascaria maravilhosa, mas estava fechada, atenção só abre ao meio dia até as quatorze horas, então tiramos umas fotos maravilhosas, não percam por nada nesse mundo, tem uma Cascata enorme no fundo do restaurante e o acesso então nem se fala, divino.

DSC08058Pórtico de entrada de Bom Jardim da Serra.

DSC08026Essa é a trilha da Cascata até para os mais preguiçosos é impossível não descer, pois é barbada.

DSC08043

DSC08051

DSC08040

Então seguimos em frente para Urubici, pois é a melhor Cidade para se hospedar onde fica perto de todos os pontos turísticos, mais 98 km, cerca de 1 h e 24 min, sem paradas, com paradas aumenta um pouco, pois a programação nossa era de 9 h, mas levamos 11h porque é impossível não tirar tantas fotos. Então seguimos em frente, pois precisávamos achar uma pousada ou hotel para ficarmos, optamos pela Pousada do Aconchego, quarto bom, banheiro bom, café da manhã bom, tinha uns bolos divinos, e os donos então nem se fala, a Lú e o Leo, bah com certeza quando voltar lá vou me hospedar na pousada deles, porque o capeletti que eles servem  a noite, com um pão torrado e um vinho maravilhoso, gente dá vontade de voltar mesmo, atendimento nota 10 e os valores não são caros, mais o menos  uns R$ 190,00 a diária dependendo da temporada.

DSC08265Pousada do Aconchego.

01Café da Pousada do Aconchego hummmm

Urubici  é uma cidade de fácil acesso pois lá de cima onde tiramos uma foto, ela tem basicamente duas ruas principais, isso só na foto, pois chegando lá eu entendi o porque ela é a mais bela de todas, pois tem tantos pontos turísticos que em dois dias se tornam poucos para visitar e conhecer tudo. .

DSC08207Vista de cima de Urubici.

DSC08209Não perca a oportunidade de tirar uma foto aqui, é muito linda.

DSC08277Não poderia faltar foto da Igreja né, com esses morros então.

Resolvemos primeiro conhecer o Morro da Igreja, o ponto mais alto habitado da região sul do País, fica a 30 km de Urubici, desde 2013 a visita ao Morro passou a ser controlada e nós não sabíamos e fomos lá, a sorte que estava calmo e o guarda deixou a gente subir, então antes de ir uma dica, peça a sua autorização na Sede do Parque Nacional do de São Joaquim, Avenida Felicíssimo Rodrigues Sobrinho, 1542, vai facilitar, e, por favor, por mais calor que esteja, coloque um casaco pesado, senão vai encarangar mesmo, embora a Lu me avisasse eu não acreditei, mas ainda bem que sempre tenho um casaco no carro.

DSC08073Começando a subir para o Morro da Igreja.

DSC08077Aqui estamos e sem ver nada, mas quase encarangados.

DSC08078Já de casacão né, e esta vista era pra ser lindíssima, vou postar mais a baixo o que era pra nós estarmos admirando.

DSC08103Mas valeu a pena, porque vamos voltar.

Essa foto vem a comprovar que não podemos visualizar lá em baixo, ficamos quase uma hora e quase encarangamos, pois dizem que assim como o tempo está fechado, ele abre do nada e a esperança é a última que morre né, então esperamos, conversamos com os turistas e nada, então resolvemos ir embora, mas vou deixar uma foto aqui, não é minha, mas é o visual que eu vou ver um dia ou até mesmo quem se aventurar. Quem mora na cidade me disse que para ver algo tem que ter muita sorte, tem gente que sobe até três vezes e não consegue ver nada. Uma dica aproveitem o frio e a companhia e sinta o ar, tudo de bom.

Pedra FuradaEssa é a vista que todo sortudo vai ver.

Já na descida temos uma Cascata do Véu de Noiva, fica na mesma estrada, tem uma placa indicando o acesso, 1 km depois de estrada de chão, chegamos a propriedade particular, pagamos dois reais por cada pessoa e entramos no paraíso.

DSC08108A entrada para a Cascata Véu de Noiva.

DSC08155A entrada para a Cascata Véu de Noiva.

DSC08116A entrada para a Cascata Véu de Noiva.

DSC08176O Restaurante da Cascata.

Depois do almoço muito bom, o bife é livre R$ 40,00 por pessoa, há tem uma farofa de pinhão muito boa, adorei, tem uma mini loja com lembranças para quem quiser, então descemos novamente.

Então voltamos à estrada e pegamos direção a Serra do Corvo Branco, quando chegamos à reta para pegar a estrada num ponto onde não tem asfalto e estão fazendo, as máquinas haviam passado e chovido muito dois dias antes, uma pena, só pela foto quando estávamos indo já sabíamos que valeria a pena, mas nada passava por lá, então retornamos, mas já aviso, vou voltar e quando eu for novamente, vai estar tudo asfaltado, pois no momento  vi numa reportagem que estava interditado para as obras, mas não tenho certeza, parece que até outubro.

DSC08199Esse foi o inicio da serra do Corvo, abaixo vai uma foto pra posteridade, pois não abro mão de ir lá.

03Serra do Corvo Branco.

Então nada de se abater, fomos conhecer a Cascata do Avencal, fica numa estrada de chão, é linda, mas a outra é bem mais bonita, mas se quiser ver tem que pagar dez reais por pessoa, e vai conhecer, também tem uma tirolesa que passa por cima da cascata para os mais corajosos, eu dessa vez não fui estava chovendo e realmente deu medinho kkk, e li num site que eles não são capacitados a ter atividades em áreas de risco, dá pra acreditar, ainda bem que não fui, recomendo que conheçam a Cascata, mas tenha amor a vida….

DSC08219Cascata do Avencal.

Logo na saída de Urubici tem as inscrições rupestres, eu até pensei que fosse longe da estrada, tinha uns carros lá visitando e eu queria muito conhecer, e estava chovendo, então pegamos um guarda chuva e fomos, acho que demos uns dez passos e pronto, estava na nossa frente às inscrições rupestres, sabe aquele dilema todo por nada, hahaha, pois é não me cativou, mas se tiver alguém interessado tem aí uma foto.

DSC08234Essas são as Inscrições Rupestres, deve ser algo importante, mas eu pessoalmente não gostei.

Querendo jantar bem e num ambiente maravilhoso vão ao Casarão, eles servem umas porções de aipim, com ovelha, e outras coisas também, há e um vinho de shop como eu nunca tinha tomado na minha vida, recomendo, não é caro não.

DSC08279Esse restaurante é divino, olhando por fora não dá nada, mas entrando é maravilhoso.

DSC08245Costela de ovelha, saladas e aipim, muito bom, mais ou menos uns sessenta reais com as bebidas.

DSC08247

Voltando de Urubici, se você tiver sorte tente mais uma vez chegar ao mirante da Serra do Rio do Rastro, nós tentamos, mas não deu, tem umas lojas e alguns lugares que nem entrei pois estavam cheios, tem café, chocolate quente e lanches.

DSC08302E não deu pra ver nada mesmo, só neblina.

04Essa era a vista que veríamos se tivesse o tempo aberto, pasmem.

Retornamos ao Restaurante da Cascata, almoçamos por lá finalmente, bife livre, parece que custou C$ 40,00 por pessoa, mas é de se lambuzar os beiços viu, depois é só curtir a paisagem com direito a ovelhas e tudo mais. Resumo, em três dias, conhecemos lugares maravilhosos, pessoas mais maravilhosas ainda, comemos variedades de coisas diferentes, e aumentei a minha curiosidade de voltar lá, porque não visitei tudo ainda, e tudo que deixa um gostinho de quero mais, vale a pena repetir.

DSC08309Restaurante da Cascata.

DSC08313Bah o pessoal do Restaurante é muito simpático e tirou até uma foto nossa.

DSC08315Com lareira e tudo.

A Serra do Rio do Rastro fica entre Bom Jardim da Serra e Lauro Muller, são mais de 250 curvas em oito km, e está no ranking dos quatorze lugares mais assombrosos do mundo segundo um site, mas eu não acho, isso é uma obra divina de Deus com o ser humano, aí vai a foto no que o nosso carrinho andou, simplesmente divino.

05

Espero que todos gostem da minha primeira postagem, estou começando hoje, mas muito devagar, pois tudo é novidade para mim, se curtiram por favor deixem um recado ou curtam pois ficarei feliz em saber.

Anúncios

7 comentários sobre “A Serra do Rio do Rastro, até Urubici.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s